Aprenda SQL – Introdução

Nesse tutorial você vai aprender como usar o SQL em MySQL, SQL Server, MS Accsess, Oracle, Sybase, Informix, Postgres e outros sistemas de Banco de Dados.

Para começar, SQL não é um banco de dados, na verdade, SQL é uma linguagem padrão para acessar e manipular bancos de dados. Nessa introdução, vamos aprender o que é o SQL, para que serve e o que podemos fazer com ele.

SQL significa Structured Query Language, que em português quer dizer, Linguagem de Consulta Estruturada. Com esse linguagem, nós podemos acessar e manipular bancos de dados. SQL tornou-se um padrão ANSI (American National Standards Institute) em 1986 e ISO (International Organization for Standardization) em 1987.

Mas o que o SQL pode fazer por nós?

Toda essa lista é relacionada a o que o SQL pode fazer em um banco de dados.

  • Executar consultas;
  • Recuperar dados;
  • Inserir registros;
  • Atualizar registros;
  • Criar novos bancos de dados;
  • Criar novas tabelas em um banco de dados;
  • Criar procedimentos armazenados em um banco de dados;
  • Criar vistas;
  • Definir permissões em tabelas, procedimentos e visualizações.

O SQL se tornou um padrão ANSI/ISO, porém existem diferentes versões da linguagem, e para estar em conformidade como padrão ANSI, todas as versões suportam pelo menos os principais comandos, SELECT, UPDATE, DELETE, INSERT e WHERE de maneira semelhante.

Para construir um site dinâmico, onde você possa atualizar através de um banco de dados em vez de mexer nos códigos HTML, vamos precisar, além de saber SQL, de um programa de banco de dados, um SGBD, eu uso em meus projetos o MySQL, mas você pode usar MS Access, SQL Server, Postegres, enfim, um banco de dados que esteja de acordo com seu projeto e suas preferências.

Eu falei sobre SGBD, mas não disse o que é, bom, SGBD significa Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados.

O SGBD é a base do SQL e de todos os sistemas de banco de dados modernos. Os dados no SGBD são armazenados em tabelas como objetos de banco de dados. A tabela por sua vez, é uma coleção de dados relacionados e possui linhas e colunas, pense nos banco de dados como uma tabela mesmo ou uma planilha.

As tabelas são divididas em entidades menores chamadas campos. Os campos são basicamente o nome daquilo que você quer armazenar, por exemplo, uma tabela users pode conter os campos: id, name, alias, description, status, etc. Cada registro inserido no banco de dados, nessa tabela, deverá conter essas informações.

Um registro, também conhecido como linha, é cada conjunto de informação individual que existe na tabela. Usando nossa tabela user, poderíamos ter um registro com os seguintes dados: 1, Rogério Rios, rogerio-rios, Analista de sistemas, CEO da Agência ClickArt blá blá blá, ativo.

Vamos entender um pouco melhor sobre o funcionamento de um banco de dados.

Um banco de dados geralmente contém uma ou mais tabelas. Cada uma delas é identificada com um nome, por exemplo, users ou articles. Essas tabelas contém registros (linhas) com dados (registros). Veja o exemplo disso na tabela abaixo.

id name cpf cep address
1 Rogério Rios 001.234.567-89 71.123-456 R. barulhenta Lote 300
2 Fulano de Tal 321.557.528-87 72.983-000 R. 18 N. Lt 7
3 Beltrana Moreira 005.685.665-88 76.307-007 Av. 07 Bl B Ap 107

Nessa tabela nós temos 3 linhas (registros) e 5 colunas (campos). Agora está começando a ficar claro, então vamos continuar.

Quase tudo que você precisa fazer em um bando de dados, ou seja, as ações, são feitas por meio de instruções SQL. Por exemplo, para selecionar todos os registros da tabela usuários acima, escrevemos a seguinte instrução: SELECT * FROM users;

Saiba que palavras-chaves SQL não diferencia maiúsculas de minúsculas, SELECT é igual a select, mas há uma recomendação de boas práticas da W3C e da maioria dos administradores de banco de dados, que elas sejam escritas em maiúsculas, nessa série vamos seguir essa nomenclatura.

E o ponto-e-vírgula? Alguns sistemas de banco de dados exigem seu uso no final de cada instrução, eu recomendo que independente do SGBD (Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados) que você use, finalize suas instruções com o ponto-e-vírgula. Além de uma boa prática, facilita a leitura por humanos, a manutenção e não corre risco de erros.

Eu vou apresentar agora, os principais comandos SQL, os mais importantes.

COMANDO DESCRIÇÃO
SELECT Seleciona dados do Banco de Dados
UPDATE Atualiza um ou vários registros do Banco de Dados
DELETE Exclui um ou vários dados do Banco de Dados
INSERT INTO Insere registros no Banco de Dados
CREATE DATABASE Cria um novo Banco de Dados
ALTER DATABASE Altera um Banco de Dados
CREATE TABLE Cria um novo Banco de Dados
ALTER TABLE Altera uma tabela do Banco de Dados
DROP TABLE Exclui uma tabela do Banco de Dados
CREATE INDEX Cria um índice (chave de busca, veremos para que serve mais a frente)
DROP INDEX Exclui um índice
   

Encerramos por aqui. Essa foi uma breve introdução ao SQL, ao decorrer do curso você vai entender cada comando e vai saber porque um administrador de banco de dados é muito bem pago.

Na próxima aula vamos conhecer os comandos SELECT e SELECT DISTINCT em seus mínimos detalhes. Então fique ligado que em breve postaremos mais um capítulo dessa série, bons estudos.

Aprenda as principais linguagens usadas na WEB.

Aqui você tem acesso gratuito às principais linguagens de programação web, não perca tempo, acesse nosso conteúdo e começe a programar agora mesmo.

Compartilhe:

Sobre o autor

Analista de Sistemas com foco atual na área de WEB. Amante de boa música, estratégias criativas. Gosto de trabalhar com quem tem talento, se não for para ser perfeito, melhor nem começar. Gosto de liderança, estratégias e, principalmente, pôr a mão na massa.